Central Educativa

Revestimento Isolante ou Encapsulamento? Qual é a melhor opção?

Eletrodomésticos e outros aparelhos eletrônicos apresentam uma série de componentes vitais para seu funcionamento. Sendo assim, quando são projetados e fabricados, é muito importante pensar em como eles serão protegidos do calor, pressão e outros possíveis danos. Nesta hora, o mais comum é escolher entre o revestimento isolante ou encapsulamento como material. Mas, qual destes métodos é o mais adequado?

Revestimento Isolante ou Encapsulamento? Qual é a melhor opção?

Como na maioria dos projetos industriais, a escolha de um material ou método de proteção depende do seu negócio, do produto em específico e de quais demandas você precisa atender. Para fazer a escolha certa, é importante conhecer as opções, junto com suas vantagens e desvantagens.

Por isso vamos falar destas opções, seus prós e contras e como você pode escolhê-los. Acompanhe.

Revestimento Isolante

Neste método, a peça a ser protegida, como uma placa de comando, é coberta com uma fina substância que cria uma camada sobre o objeto. Esta passa a servir como uma pele, protegendo os circuitos de intempéries.

Vantagens

A principal vantagem do revestimento é seu isolamento leve e compacto. Vários circuitos, como de celulares e pequenos controles, não possuem muito espaço disponível, o que torna esta fina camada mais útil. Além disso, há vários materiais disponíveis. Com a resina de poliuretano, por exemplo, a peça ganha grande resistência à umidade e intempéries químicas.

Desvantagens

Infelizmente, por ser uma camada muito fina, a proteção contra choques físicos, arranhões e afins, tende a ser um menor. Além disso, o material é um pouco mais difícil de trabalhar em linhas de montagem com grande volume. No geral, o revestimento isolante é mais indicado para peças que precisam ser visíveis, devido à sua transparência, e que não permitem muita tolerância de espaço.

Encapsulamento

Do outro lado, o encapsulamento, como o nome deixa a entender, é quando você coloca a peça dentro de uma cápsula e a preenche com o fluido de proteção. Dentre os fluidos mais utilizados, está a resina de poliuretano, que oferece inúmeras vantagens, pois permite alta flexibilidade em qualquer temperatura e é excelente para materiais delicados.

Vantagens

A cápsula, por si só, já é uma camada muito mais resistente a impactos físicos, o que é adequado para aparelhos que envolvem muita vibração, calor e movimento. Além disso, se a substância for colorida e opaca, é possível esconder circuitos que não precisam ficar visíveis. Também é mais fácil de implementar em uma linha de montagem, onde há grande volume.

Desvantagens

Em contrapartida, o encapsulamento também é bem mais pesado e ocupa mais espaço. Sendo assim, é difícil usá-lo em aparelhos pequenos e leves. E, por esconder a peça que protege completamente, ele também não pode ser aplicado em objetos que precisam ser visíveis, como lâmpadas de feedback. Por fim, a cápsula também torna o sistema muito mais difícil de reparar ou modificar no futuro.

Com estas informações, você já deve poder escolher entre o revestimento isolante ou encapsulamento para a peça na qual está trabalhando. Para continuar acompanhando nossas dicas, assine nossa newsletter e receba todas novidades em primeira mão.